Curiosidades

Tamanho é documento

Atenção, abrir em uma nova janela. PDFImprimirE-mail

Artigos - Curiosidades

alt

Depende: De acordo com os especialistas entrevistados pela reportagen, se o órgão sexual é muito pequeno ou muito grande, faz diferença. Segundo o diretor do Hospital CECMI, o urologista Arnaldo Cividanes, o tamanho médio do pênis do brasileiro é de 12 cm em estado flácido e de 15 cm a 20 cm ereto. "Muito abaixo de 15 cm pode gerar menos satisfação e muito acima dos 20 cm pode gerar desconforto", comparou.

O ginecologista e sexólogo, chefe do setor de medicina sexual do hospital Mater Dei, Gerson Lopes, ressaltou que a relação sexual não se limita apenas ao encontro dos genitais e que a vagina tem capacidade de se adaptar ao tamanho do pênis.

FONTE : SITE TERRA

 

CASAMENTO É COMPARTILHAR

Atenção, abrir em uma nova janela. PDFImprimirE-mail

Artigos - Curiosidades

CASAMENTO É PARTILHAR

O senhor idoso pediu um hambúrguer, batatas fritas e um refrigerante. Ele desembrulhou o hambúrguer e cuidadosamente cortou-o pela metade, colocando uma metade em frente à sua esposa. 


Depois, ele cuidadosamente contou as batatas fritas, dividindo-as em duas partes, colocando uma parte em frente à sua esposa. 

Ele tomou um gole do refrigerante, sua esposa tomou um gole e colocou o copo entre eles. Quando o homem começou a comer seus pequenos bocados de hambúrguer, as pessoas à volta do casal ficaram olhando e cochichando. 

Eles estavam certamente pensando, “Pobre casal – tudo o que eles têm condições de comprar é apenas uma refeição para os dois”. 

Quando o homem começou a comer suas batatas fritas, um jovem veio até a mesa e educadamente ofereceu-se para comprar outra refeição para o casal. O senhor idoso agradeceu e disse que eles estavam acostumados a dividir tudo. 

As pessoas mais próximas à mesa notaram que a pequena senhora idosa não havia comido nada. Ela estava sentada, observando o marido comer e, de vez em quando, tomava um gole do refrigerante, dividindo com ele. 

Novamente, o jovem voltou e implorou-lhes que o deixassem comprar outra refeição. Desta vez, a senhora disse “Não, obrigada, nós estamos acostumados a dividir tudo”. 

Finalmente, quando o senhor terminou e estava limpando cuidadosamente a boca com o guardanapo, o jovem voltou e disse à senhora, que ainda não havia comido nenhum pedaço do sanduíche, “O que a senhora está esperando?” 

Ela respondeu: “A DENTADURA”.

 

XII ... DEU BODE

Atenção, abrir em uma nova janela. PDFImprimirE-mail

Artigos - Curiosidades

Para quem esta de saco cheio, pular a cerca pode ser a pior opção!

 

ARGENTINA CRONA VACA PARA PRODUZIR LEITE MARTENO

Atenção, abrir em uma nova janela. PDFImprimirE-mail

Artigos - Curiosidades

                  Buenos Aires - A presidente da Argentina Cristina Kirchner apresentou nesta quinta-feira a bezerra Isa, fruto da clonagem de genes bovinos com humanos realizada por cientistas argentinos para gerar uma vaca que produza leite maternizado (semelhante ao humano).

Isa, nascida no último mês de abril no Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária (Inta), produzirá, quando adulta, "um leite similar ao humano", declarou.

A clonagem da "primeira vaca no mundo capaz de produzir leite maternizado foi realizada por cientistas do Inta e da Universidade de San Martín (USAM), afirmou a governante.

A bezerra é resultado da clonagem de "dois genes humanos que codificam proteínas presentes no leite humano e de grande importância para a nutrição dos lactantes", assinalou o Inta em comunicado.

"Essas proteínas são a lactoferrina e a lisozima humanas, que têm funções antibacterianas", nutrem as crianças de ferro e fornecem agentes de imunidade contra doenças, segundo o Inta.

"É um orgulho para todos os argentinos ter a primeira vaca clonada que dará leite maternizado, isto demonstra as coisas que somos capazes de fazer", destacou a governante, assinalando que Isa é "o nome simpático" que os cientistas puseram na bezerra ao misturar as siglas do Inta e da USAM.

A Argentina entrou no seleto clube da clonagem destinada a criar vacas transgênicas com fins medicinais em agosto de 2002, quando nasceu Pampa, fruto da clonagem realizada por especialistas do laboratório Bio Sidus a fim de obter leite bovino com a proteína de crescimento humano hGH.

As descendentes de Pampa, primeira bezerra clonada na América Latina, produzem leite do qual é extraída essa proteína para produzir a menor custo remédios para crianças com deficiências de crescimento.

Nos últimos anos, cientistas argentinos clonaram cavalos e touros para obter exemplares de melhor rendimento.

 

 

O morcego que engana mariposas com um sussurro.

Atenção, abrir em uma nova janela. PDFImprimirE-mail

Artigos - Curiosidades

  

 Esta é uma história sobre a velha guerra evolutiva entre morcegos e mariposas. Durante milhões de anos, predador e presa evoluíram para ganhar essa pequena batalha que acontece a cada noite na escuridão e na qual cada um conta com suas particulares armas.

O morcego, mediante sua poderosa ecolocalização, emite pequenos ruídos ultrassônicos que lhe indicam a posição da mariposa permitindo caçá-las. As mariposas, por sua vez, desenvolveram características como um ouvido sensível capaz de detectar os ruídos dos morcegos e reagir para evitar a manobra.

Nesta particular briga, as mariposas seguem diferentes estratégias. Um estudo da Royal Society demonstrou que alguns tipos de mariposas são capazes de distinguir entre os ruídos do morcego que significam que foi localizada e os que indicam um ataque. Uma vez alertadas, algumas mariposas optam por uma manobra evasiva e outras chegam também a emitir sons ultrassônicos ainda mais altos para despistar seu atacante.

FONTE : PORTAL DAS CURIOSIDADES

Este processo evolutivo, que em Biologia é conhecido como "corrida armamentista" acontece com bastante frequência entre presas e predadores e leva ao desenvolvimento das mais sofisticadas técnicas. Recentemente uma equipe de pesquisadores da Universidade de Bristol descobriu que o morcego-negro (Barbastella barbastellus) deu um passo a mais nesta batalha e se especializou precisamente em capturar mariposas com ouvidos sensíveis -sua dieta é composta de até 90% deste tipo de mariposas, muito acima dos 10% que costumam apresentar outras espécies-.

Vejam que bacana, esta espécie de morcego desenvolveu a habilidade de "sussurrar" enquanto caça para não ser detectado e seus ruídos ultrassônicos na escuridão são até cem cem vezes mais silenciosos que o de outros morcegos. Mas não é só isso, durante os testes, os pesquisadores monitoraram morcegos e mariposas e descobriram que o morcego-negro "baixa a voz" à medida que se aproxima da sua vítima, o que lhe dá uma vantagem letal: a mariposa detecta sua presença muito tarde para poder escapar.

A descoberta destes cientistas é só uma fotografia no tempo, o estado das coisas neste exato momento. Provavelmente, ambas espécies seguirão evoluindo para melhorar seus índices de sobrevivência através dos mais insuspeitos caminhos. Neste tipo de batalha, o normal é que a presa leve um pouco de vantagem já que nesta briga o predador só perde o jantar, mas a presa perde a vida.

 

Página 2 de 4

Parceiros

Criação de Sites

Tempo

Radar

Radar - Fique de olho!

Conheça a Bíblia

biblia
Cactus Web | Criação de Sites