ALUNOS RECEBEM CERTIFICADOS DO CURSO DE CORTE E COSTURA

A entrega dos certificados aos alunos que concluíram o curso de corte e costura da Unidade Móvel de Confecção Industrial I. Foram disponibilizadas 60 vagas.

Publicado em 6/22/18, 11:11 AM

ALUNOS RECEBEM CERTIFICADOS DO CURSO DE CORTE E COSTURA

A Prefeitura de São Carlos, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Renda, em parceria com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação e o Centro Paula Souza – Programa Via Rápida, promoveu na manhã da última terça-feira (19), no auditório Bento Prado de Almeida Ferraz Júnior, no Paço Municipal, a entrega dos certificados aos alunos que concluíram o curso de corte e costura da Unidade Móvel de Confecção Industrial I. Foram disponibilizadas 60 vagas.

 

Participaram da cerimônia de entrega dos certificados o secretário municipal de Trabalho, Emprego e Renda, Walcinyr Bragatto, Cássia Regina Azevedo, coordenadora da Unidade Móvel de Confecção Industrial I, representante da ETEC Paulino Botelho, do Centro Paula Souza, além de professores, alunos e familiares.

 

O principal objetivo do curso de corte e costura realizado na carreta do Programa Via Rápida, foi atender às necessidades imediatas de formação de mão de obra. A estrutura disponível no curso permitiu uma experiência muito semelhante ao que é encontrado em fábricas e oficinas com diversas máquinas de última geração, mesa de corte e todo o material necessário.

 

Cássia Regina Azevedo, explica que a formação foi muito importante e fará diferença. “Acabei de ouvir agora de uma aluna que ela tinha uma máquina parada e agora ela já consegue trabalhar com costura. Então é gratificante ouvirmos isso e ter a certeza de que pudemos ajudar. O curso foi positivo, ver produtos sendo confeccionados pelos alunos como shorts camisa e camiseta, que não é fácil de fazer. Isso mostra que o aprendizado foi bom e os alunos conseguiram finalizar todas as etapas da costura operando as máquinas overlock e reta”, comemora.

 

Daniel Severino de Souza, aluno, é exemplo de determinação na busca pela qualificação profissional. Pedreiro de profissão buscou o curso como forma de se capacitar para atender as exigências do mercado de trabalho. “Fiz o curso porque está difícil encontrar serviço e temos que procurar melhorar para se adequar ao mercado, não podemos saber fazer apenas uma coisa. O curso foi muito bom, se aparecer serviço estou preparado”.

 O secretário municipal de Trabalho, Emprego e Renda, Walcinyr Bragatto, agradeceu o apoio do prefeito Airton Garcia pela confiança e intermediação dos contatos junto ao Governo do Estado de São Paulo. “O prefeito nos abriu portas na Secretaria Estadual, uma parceria importante com o Centro Paula Souza através da escola técnica Paulino Botelho aqui de São Carlos. O setor de corte e costura tende a crescer, temos vagas para oferecer e precisamos dar essa oportunidade para as pessoas se qualificarem, se atualizarem em termos de conhecimento e estarem em melhores condições junto ao mercado de trabalho que hoje é bastante exigente e competitivo”, disse o secretário.

 Bragatto explicou ainda que a SMTER tem buscado trabalhar de forma ágil e significativa na qualificação das pessoas e no desenvolvimento da cidade, processo que mostra as novas estruturas que podem se instalar ou crescer em São Carlos, já que na cidade há mão de obra qualificada e o objetivo também é atrair novos investimentos para o município. “A certificação é uma das etapas, temos todo o atendimento da intermediação de mão de obra, encaminhamos as pessoas para as vagas de emprego e oferecemos também o financiamento que é muito importante através do Banco do Povo. São recursos que estão disponíveis com baixa taxa de juros, para que as pessoas possam adquirir equipamentos ou até mesmo utilizar para capital de giro para comprar os insumos que ela precisa para produzir, tanto pessoa física como também pessoa jurídica. O Banco do Povo serve para incentivar as pessoas abrirem o seu próprio negócio, empreender e gerar bons negócios na cidade”, finalizou Bragatto.

Comentários