Após assalto ao Extra, comerciantes do Centro de Araraquara cobram segurança

Lojistas dizem que falta policiamento e fazem abaixo-assinado por providências. Hipermercado teve atendimento normal nesta segunda após roubo de cerca de 600 TVs e 900 celulares.

Publicado em 5/7/18, 9:15 PM

Após assalto ao Extra, comerciantes do Centro de Araraquara cobram segurança

Comerciantes do Centro de Araraquara (SP) estão ainda mais inseguros após o assalto ao hipermercado Extra, na madrugada de domingo (6). Eles alegam que falta policiamento na região e estão fazendo até um abaixo-assinado para cobrar providências, como instalação de câmeras de segurança, uma base de PM e mais policiamento a pé.

Cerca de dez homens armados levaram 596 televisores de várias marcas, 899 aparelhos celulares, 40 notebooks e 25 quilos de picanha do estabelecimento, que fica na esquina da Avenida José Bonifácio com a Rua São Bento (Rua 3).

G1 tentou obter informações sobre as investigações na DIG, mas o delegado Fernando Bravo preferiu ainda não se manifestar. Funcionários do Extra estão sendo ouvidos na delegacia nesta tarde.

A Polícia Militar foi procurada, mas ainda não se manifestou sobre a reclamação dos comerciantes até a publicação da reportagem.

A Prefeitura de Araraquara informou que a região central possui câmeras de monitoramento e que que o Gabinete de Gestão Integrada desenvolve planos para reduzir os crimes na cidade. (veja abaixo o posicionamento).

Atendimento normal

Nesta segunda-feira (7), o atendimento no Extra ocorreu normalmente e havia produtos no setor de eletrônicos da loja. Os funcionários não quiseram dar entrevista. O gerente foi procurado pelo G1, mas a reportagem foi informada que ele estava na delegacia prestando depoimento.

O crime

O hipermercado já estava fechado no momento do crime e os assaltantes entraram no local por volta da meia-noite pelo portão de acesso à carga e descarga na lateral do prédio, na Avenida Feijó.

Segundo o boletim de ocorrência, dois funcionários foram rendidos por um suspeito e outros dois criminosos saíram de dentro do estacionamento e completaram a ação. Todos os demais funcionários que estavam na loja foram feitos reféns pelos demais integrantes da quadrilha e trancados em um quarto.

O bando utilizou um caminhão que estava no pátio para levar a mercadoria do estabelecimento. As imagens das câmeras de monitoramento também foram levadas. Os assaltantes deixaram o Extra por volta das 3h, mas as vítimas só conseguiram se soltar e chamar a polícia duas horas depois.

FONTE SITE G1

 

Comentários